Especial CARNAVAL!!! 10 dicas para curtir a folia com muita saúde!

Exercício em Jejum: Entrevista com Rogério Oliveira, Educador Físico
20 de fevereiro de 2017
“Especial Dia Internacional da Mulher” – Testosterona na mulher: repor ou não repor?
6 de março de 2017
O carnaval, no Brasil, é uma festa grandiosa e democrática, onde todas as pessoas acabam de alguma forma usufruindo: seja usando o feriado para viajar com a família ou amigos, seja caindo na folia nos blocos de rua e festejos… Mas também é época em que alguns probleminhas de saúde podem aparecer…

Por isso, reuni 10 dicas de saúde em geral (que muitos já sabem, mas não custa lembrar…) para que a folia seja só alegria!


Vamos às dicas: primeiramente abordarei os cuidados pré-folia e depois, dicas para os dias de carnaval!


1) Prepare-se para viajar: atualize suas vacinas!

Não só a vacina da febre amarela, no caso de viagens para certos países e algumas regiões do Brasil (como o Norte), mas também a vacinação antitetânica (pois ninguém está livre de tropeçar na avenida) devem ser atualizadas.

Aproveite a visita ao posto de vacinação da Unidade Básica de Saúde e atualize seu cartão para outras vacinas como por exemplo a Hepatite B, Rubéola e Gripe (veja se você se enquadra nas indicações da vacina).


2) Prepare-se para viajar II: cuide da sua “farmacinha”!

  • Essa dica é especial para aquelas pessoas que fazem uso contínuo de medicamentos (como diabéticos, hipertensos, asmáticos, os que usam colírio para glaucoma, etc): 
    • Antes de cair na folia, veja se a medicação que você tem em casa é suficiente para todos os dias, se não há medicamentos vencidos (fiz um post falando sobre descarte seguro de medicamentos vencidos) e se o local para onde você vai viajar terá farmácias abertas (mesmo se você for ficar em casa, é melhor atualizar sua farmácia pois em muitos locais as farmácias fecham durante o carnaval);
  • Para quem não faz uso crônico de medicamentos mas vai viajar, vale levar uma “farmacinha básica” com itens de primeiros socorros, repelentes, medicamentos básicos (SEMPRE CONVERSANDO COM SEU MÉDICO ANTES)… Veja a lista no final do post… 

3) Prepare-se para viajar III: cuide da sua alimentação!



  • Se você não for viajar, faça suas compras com antecedência e garanta o estoque de frutas, salada e comidas leves… 



  • Se você vai viajar, pesquise sobre o local para onde você vai: veja a infraestrutura de restaurantes e mercados, prepare-se com antecedência…



  • Se você tem alguma restrição alimentar (como diabéticos, celíacos, intolerantes à lactose e mesmo vegetarianos e veganos), tente levar sua própria comida e, caso não seja possível, pesquise antes se o local para onde você vai tem opções disponíveis ou mesmo locais pra comprar alimentos adequados.  
    • Levar na mala pacotinhos de castanhas e frutas secas, banana chips, barrinhas e granola + sementes para o café da manhã – pode ser a salvação em vários momentos…



  • Uma dica especial para diabéticos que usam insulina (e para aqueles que irão passar muitas horas atrás do trio elétrico ou do bloco): leve pacotinhos de carboidrato em gel (carbogel) para evitar hipoglicemia!

4) Preparando a mala!

Além dos itens de saúde (“farmacinha”), numa viagem de verão, seja no carnaval ou não, não pode faltar:
  • Roupas leves e confortáveis;
  • Sua fantasia! 🙂
  • Trajes de banho;
  • Sandálias de dedo e tênis + meia (para o caso de trilhas, caminhadas… ou mesmo para quem vai curtir os blocos e trios elétricos, o tênis é uma proteção maior para os pés, evitando ferimentos);
  • REPELENTE DE INSETOS!!!!;
  • Filtro solar e filtro labial;
  • Óculos de sol e boné / chapéu / viseira;
  • Hidratante para rosto e corpo:
    • Muitas vezes, mesmo para aqueles que usam o filtro solar, o sol em excesso pode prejudicar a pele e levar um hidratante leve ou “pós-sol” ajuda bastante a melhorar a sensação de queimadura;
    • Uma dica mais “rica” é levar água termal e ir borrifando na pele durante e após a exposição ao sol… A água termal repõe os mineirais e “acalma” a pele (mas NÃO SUBSTITUI o filtro solar, atenção!).
  • Garrafinha de água reaproveitável (squeeze), para garantir que a hidratação de dentro pra fora estará sempre em dia!
Não esqueça também da câmera fotográfica (ou do “bastão de selfie“) para registrar todos os momentos! 🙂


5) Viajando…

Muitos lugares do Brasil tem muito congestionamento durante o feriado de carnaval. Para quem vai viajar de carro
  • Além de fazer a revisão do carro, atualize o kit de primeiros socorros;
  • Procure levar água e lanchinhos LEVES (evite refrigerantes e comidas pesadas, que podem causar enjôo nos passageiros);
  • Tente revezar o volante com mais um motorista (jamais dirija com sono e menos ainda sob efeito de bebida alcóolica, estimulantes ou excesso de café); caso não seja possível, programe paradas para descansar.

  • No caso de cardiopatas e pessoas com problemas circulatórios: use meia elástica!

Para quem vai viajar de avião: durante o carnaval o movimento nos aeroportos aumenta muito. Muitas vezes há atrasos nos vôos e a infraestrutura de alimentação não é suficiente. Leve água, lanchinhos, uma muda de roupa na mala de mão (para o caso de vôos atrasados ou extravio de mala), um travesseiro inflável e meia elástica! E não esqueça de levar um livro ou mp3 para se distrair!



6) Caindo na folia – olha olha olha olha a água mineral

Independente se o carnaval é aquele churrasco em família ou a maratona atrás dos blocos; se é com cerveja ou com refrigerante; se é sozinho ou num grupo grande… O mais importante de tudo é NUNCA ESQUECER DE SE HIDRATAR.

A desidratação é o maior inimigo do folião!

Seja pelo calor, pela mudança alimentar, pela bebida alcoólica ou por passar muitas horas fora de casa, o risco de desidratação no carnaval aumenta muito.

Muitas pessoas passam o dia se divertindo e “esquecem” de beber água… e muitas pessoas deixam de comprar água na rua pela falta de confiança na procedência ou pelo preço (que também aumenta bastante nesta época).

Por isso: no churrasco, coloque um galão de água ao lado da churrasqueira (ou ao lado do cooler de cerveja); pra quem vai atrás do trio, leve de casa sua garrafinha!!!! (hoje em dia existem vários modelos que são maleáveis e tem um ganchinho que prende na cintura)…

E tenha certeza que sua folia estará garantida todos os dias!


7) Comida carnavalesca

Muitas vezes o café da manhã é a única refeição “saudável” do dia, durante o carnaval. Então, faça como os americanos: garanta uma bela refeição ao acordar; com frutas variadas, água de côco, castanhas e sementes, pães e fontes de proteína… Procure se alimentar da forma mais saudável possível nesta refeição.

E tente ter pelo menos mais uma refeição no dia que garanta um aporte adequado de nutrientes. Seja um almoço, jantar ou o famoso “almojanta”, tente não pular esta refeição e consuma nela saladas e legumes.

É praticamente impossível não consumir algum tipo de “gordice” durante o carnaval, mas se as outras refeições forem refeições “limpas”, a chance desta “gordice” prejudicar seu corpo diminui…

Para aguentar a maratona de folia, o corpo precisa ter “combustível” e de boa qualidade!

8) Sono & Carnaval

As horas de sono durante o carnaval podem estar prejudicadas pelo grande número de atrações ou mesmo por estar fora de casa, pelo calor ou pelos mosquitos.

Tente dormir adequadamente pelo menos 6 horas seguidas nos dias da folia… Use roupas leves, repelentes, deixe o quarto bem escuro e silencioso e de preferência com ventilação adequada… 

Umidifique o quarto (no caso de quem tem ar-condicionado), tente deixá-lo limpo, sem poeira e sem mofo (para evitar alergias respiratórias).

Garanta o repouso do guerreiro da folia! E veja a animação durar até a quarta feira de cinzas!

9) Doenças do Carnaval


Infelizmente, na época do carnaval, nos vemos diante de um número aumentado de intercorrências por:
  1. Intoxicação alcóolica
  2. Afogamentos
  3. Acidentes automobilísticos
  4. Ferimentos e suturas
  5. Intermação (reação ao excesso de sol e calor) e desidratação
  6. Diarréias (viroses intestinais) e intoxicações alimentares
  7. Reações alérgicas à picada de insetos
  8. Reações alérgicas à frutos do mar
  9. Dengue
  10. Mononucleose (a “doença do beijo”)
  11. IST (Infecções sexualmente transmissíveis)
  12. Agudização de doenças crônicas (crises de hipertensão, diabetes descompensado, anginas, crises de asma, hipoglicemias etc)
  13. Violência física e sexual.
Para que a comédia carnavalesca não vire tragédia, cuide-se. De todas as formas.  Tente se antecipar ao risco, pegue leve nas comidas e no tempo ao sol; beba com moderação e esteja sempre próximo de pessoas de confiança.



O carnaval pode e deve ser só alegria!

10) “Cartas na manga”

Por último, para ajudar nos cuidados do item acima e do que já foi falado nos outros itens, vou fazer uma lista básica de itens que não podem faltar durante o carnaval, seja em casa ou em viagens (e que você pode adaptar de acordo com a sua necessidade e as orientações do seu médico):

O que levar (mini-farmacinha)

  • Filtro solar (+ sombrinha ou chapéu e óculos de sol)
  • Repelente de insetos
  • Hidratante e protetor labial
  • Hidratante corporal “pós sol” (e água termal)
  • Soro fisiológico de nariz e soro para lente (colírios hidratantes).
  • Analgésicos (da sua preferência e hábito)
  • Remédio para enjôo (mudar o hábito alimentar é muito comum em viagens de carnaval, inclusive a ocorrência de diarréia e intoxicação alimentar, ver abaixo)
  • Soro de reidratação oral em saquinho (principalmente para quem for viajar para locais mais distantes dos grandes centros, para o caso de intoxicações alimentares, intermações ou suspeita de dengue…)
  • Antiácidos (especialmente para quem tem gastrite e refluxo, devido aos alimentos regionais de temperos fortes) 
  • Antialérgicos (atenção especial para quem tem alergia respiratória e alergia alimentar, por exemplo, frutos do mar)
  • Preservativos!!! (“camisinha”) 
  • Kit de primeiros socorros com: gaze, esparadrapo, antissépticos (tipo merthiolate), pomada para assadura (tipo “hipoglos”), esparadrapo especial para prevenir bolhas nos pés… Se possível, redobrar a atenção com palmilhas e protetores para os pés, no caso de você acompanhar o bloco por longas distâncias.
  • Para quem tem problema de circulação e para cardiopatas (e mesmo para quem não tem), vale muito a pena levar meia elástica, não só para viagens de avião, mas também para o “bate perna” dos blocos ou dos roteiros turísticos!
  • Saquinhos de carboidrato em gel (carbogel) para evitar hipoglicemia;

Espero que tenham gostado do post!

Desejo um ótimo carnaval a todos e nos vemos de volta em março!!!!

O rei mandou cair dentro da folia, e lá vou eu…”


1 Comentário

  1. Anônimo disse:

    Ótimas dicas para dar tudo certo no Carnaval. A gente acaba sempre esquecendo de alguma coisa,causando problemas. Adorei! Bjs M

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *